Tchau, Casinha…

Gente, tá difícil. É um tombo depois do outro, mas nós não vamos desistir!
Há mais de um ano paira sobre a vizinhança um boato de que as casas do nosso lado, a nossa, e mais algumas da avenida Protásio, que pertencem a um único dono, logo seriam demolidas para a construção de um prédio. Quando soubemos, naquela época, fomos na imobiliária perguntar e a resposta foi que nada ali aconteceria, que era realmente um boato.
Ontem, recebemos a informação de que esse conjunto de imóveis foi vendido para uma grande construtora e a notificação de que devemos liberar a casa em 30 dias.
Acredito que todxs podem imaginar o quão difícil é trocar um restaurante de lugar em menos de 30 dias, com um orçamento zerado, em meio uma pandemia mundial. No entanto acreditamos que seguir em frente é necessário e que uma boa estratégia e atitude mudam muito mais a realidade do que se prender somente no lamento.
Surge daí a ideia de transferirmos a cozinha do Aurora para a casa do Alan, (que antes de ser casa do Alan era uma lanchonete de tele entrega), e fazermos nossas comidinhas de lá para continuar com nossas teles, dando continuidade às nossas atividades, sem perder o cuidado e higiene especial que o momento requer.
Vai ser uma oportunidade de economizarmos o dinheiro de um aluguel comercial bem custoso, tendo tempo e calma para encontrar uma nova casa quando for o momento de voltarmos. E nós vamos voltar!
Vamos continuar com todas as pessoas que trabalham conosco e abrigando as iniciativas que nossa logística e horários permitirem. Seguiremos com tele-entrega de almoço, nossas noites de lanches nas quintas, nossos eventuais kits e com a Marmita Solidária.
Este é um momento importante e precisamos de sua ajuda. Você pode ajudar pedindo tele entrega de almoço ou de lanche, comprando cupons para serem usados depois que voltarmos ou fazendo doações de qualquer valor.
Não estamos com medo. Temos uma rede forte de amigos, colaboradores e clientes. Juntxs vamos sair dessa ainda mais fortes.
Vamo que vamo!